relatos porno amante de bate-papo

Tenho que ficar com a buceta toda meladinha esperando meu marido.
ela dizia com frequência.Digo quatro porque aos 23 anos, quando conheci um carinha maravilhoso e estava namorando com ele, eu estava dando cada vez mais para o meu pai e meus irmãos.O tempo foi passando e até os 22 anos, eu era a putinha do papai e dos sexo no palco ao vivo just meus irmãos, que me comiam por horas em casas abandonadas, nas construções onde eles trabalhavam, atrás de muros, nos barrancos dos rios e cachoeiras.Tentei reagir e pensei em acordar a minha mãe.Enquanto minha mãe chupava a rola do meu pai, ele falou algo que me deixou completamente tonta.Eu já estava muito excitada, e ele também.Não consegui pensar em nada.A intenção dele ao lamber e chupar meu cu era uma só: deixar a minha buceta o mais lambuzada possível, já que seu cuspe ia escorrendo do meu ânus para a minha xoxota.Não fala nada, pai.Meu pai, preocupado, recomendou que eu começasse imediatamente a dar para meu namorado.Que coisa mais gostosaaaa!Foi então que por loucura, entrei no quarto dele pra fazer a faxina e sem pensar direito comecei a mexer nas coisas dele sem ao menos saber o que procurava.Eu já tinha visto a minha mãe pelada várias vezes, mas quando olhei para o meu pai eu fiquei completamente arrepiada.Algo na minha cabeça pedia pra eu fugir dali, mas uma coceirinha na minha bocetinha dizia pra eu ficar.Se não fosse os gemidos altos do meu pai ao gozar e encher a boca da mamãe de porra, com certeza eles teriam me ouvido.Meus irmãos ficaram em uma beliche na sala.




Um me catava e ficava querendo esconder um do outro.O que mais nos comprometeria naquele instante?No momento seguinte, tentou acariciar minha barriga, dizendo: - Desejo muito você, Joyce!Eu não podia acreditar no que acontecera.meu pai disse.Autorizei sua entrada e ele, timidamente, adentrou.pedi e continuei a beijá-lo, imitando os movimentos que minha mãe fazia na boca dele.Tá me queimando por dentro!

Nunca tinha sentido aquela sensação de prazer e dor ao mesmo tempo.
Mas fiquei de olho nele e na minha mãe.


[L_RANDNUM-10-999]